logo-menu-claro

Terreno para construção: O que considerar ao comprar um

Terreno para construção

Navegue pelo conteúdo

Terreno para construção

Neste post, vamos discutir informações importantes a serem consideradas ao comprar um terreno para construção. Vamos abordar desde a posição do terreno em relação ao sol até as regulamentações locais de construção. 

 

A importância da posição do terreno em relação ao sol

A posição do terreno em relação ao sol desempenha um papel fundamental no projeto de uma casa. Ela afeta o design e a colocação de janelas e aberturas, além de influenciar outros aspectos da construção. Determinar a direção do sol é essencial para aproveitar ao máximo a iluminação natural e criar um ambiente confortável e eficiente energeticamente.

 

Usando uma bússola ou aplicativo de smartphone

Para determinar a direção do sol, recomendamos o uso de uma bússola ou um aplicativo de smartphone que possa fornecer essa informação de forma precisa. Essas ferramentas podem ajudá-lo a identificar a orientação exata do terreno em relação ao sol, levando em consideração a localização geográfica e o horário do dia.

Com a direção do sol em mãos, você poderá planejar o posicionamento das janelas e aberturas de forma estratégica. Isso permitirá que você aproveite ao máximo a luz solar natural durante as diferentes estações do ano, além de controlar a entrada de calor e contribuir para a eficiência energética da casa.

 

A influência da posição do terreno na colocação de janelas e aberturas

A posição do terreno em relação ao sol influencia diretamente a colocação das janelas e aberturas na casa. Dependendo da orientação do terreno, você poderá aproveitar a luz solar direta ou indireta em diferentes momentos do dia.

Se o terreno estiver voltado para o norte, por exemplo, você terá uma exposição mais constante à luz solar ao longo do dia. Isso torna possível planejar grandes aberturas e janelas voltadas para essa direção, permitindo que a luz natural entre e ilumine os ambientes internos.

Por outro lado, se o terreno estiver voltado para o sul, a incidência direta da luz solar será menor. Nesse caso, é importante considerar a colocação estratégica de janelas e aberturas maiores em outras direções para aproveitar ao máximo a iluminação natural e manter os ambientes bem iluminados.

 

Considerações para construção de piscina

A posição do terreno em relação ao sol também é importante ao planejar a construção de uma piscina. Sombras projetadas por prédios vizinhos, árvores ou outras estruturas podem impactar a área da piscina e a experiência dos usuários.

Se a sua intenção for ter uma piscina ensolarada durante a maior parte do dia, é necessário considerar a localização da piscina em relação à direção do sol e à possível interferência de sombras externas. Ao observar a trajetória do sol ao longo do dia, você poderá identificar as áreas do terreno que receberão a maior quantidade de luz solar direta.

Outros fatores também devem ser levados em consideração ao planejar a construção de uma piscina, como a privacidade, o acesso fácil à área da piscina e a topografia do terreno. Consultar um arquiteto ou especialista em piscinas pode ser útil para garantir que todos esses aspectos sejam considerados adequadamente.

 

Verifique as características do solo

Antes de comprar o terreno, é essencial verificar as características do solo. O tipo de solo que você encontra em um terreno pode ter um impacto significativo em sua construção. Solo muito arenoso ou instável pode causar problemas como afundamento ou deslocamento, resultando em custos adicionais e até mesmo em riscos à segurança da estrutura.

Uma maneira simples de avaliar o tipo de solo é pegar um punhado dele e observar suas características. Um solo arenoso será solto e cairá facilmente pelos dedos. Por outro lado, um solo mais argiloso terá uma consistência mais pesada e uma textura mais compacta. É importante entender o tipo de solo com o qual você está lidando, pois isso ajudará a determinar as melhores práticas de construção e a seleção dos materiais adequados.

 

Verificando se o solo é arenoso

Para verificar se o solo é arenoso, basta pegar um punhado dele e soltá-lo pelas mãos. Se o solo escorrer facilmente pelos dedos, desprendendo-se em uma textura solta e granulada, isso indica que é um solo arenoso. O solo arenoso possui uma alta porosidade e drenagem rápida, o que pode afetar a capacidade de construção de uma fundação sólida.

Se você está planejando construir no solo arenoso, pode ser necessário tomar algumas medidas extras para garantir a estabilidade da estrutura. Por exemplo, o uso de estacas de fundação pode ajudar a distribuir o peso da construção sobre uma área maior, reduzindo o risco de assentamento. Esteja ciente de que o solo arenoso também pode ser mais suscetível a movimentos devido à ação da água, portanto, a drenagem adequada ao redor da fundação também é fundamental.

 

Verificando se o solo é úmido

Além de verificar se o solo é arenoso, é importante avaliar também se ele é muito úmido. Solo excessivamente úmido pode criar desafios adicionais durante a construção. A umidade pode enfraquecer o solo, levando a problemas como afundamentos e instabilidades. Além disso, construir em solos úmidos pode exigir fundações mais profundas e caras.

Uma maneira simples de verificar a umidade do solo é observar se ele apresenta sinais de acumulação de água ou se está constantemente molhado. Áreas onde a água tem dificuldade para escoar adequadamente podem indicar um alto teor de umidade no solo. Além disso, o solo úmido pode ter uma aparência mais escura e uma textura mais viscosa quando úmido. Se você estiver em dúvida, também pode pedir a ajuda de um especialista em geotecnia para realizar testes mais precisos.

 

Lidando com solo úmido durante um projeto de construção

Compartilhamos uma experiência pessoal de lidar com uma situação de solo úmido durante um projeto de construção. Durante a escavação das fundações, notamos que o solo estava excessivamente úmido e apresentava sinais de acúmulo de água. Isso nos levou a reconsiderar nosso plano inicial e implementar medidas adicionais para garantir a estabilidade da estrutura.

 

É importante estar preparado para situações como essa durante a construção. O solo é um fator crucial a ser considerado para evitar problemas posteriores. Avaliar adequadamente as características do solo antes de iniciar o projeto pode economizar tempo, dinheiro e evitar dores de cabeça no futuro.

 

Tomamos as seguintes providências para lidar com o solo úmido:

 

  1. Investigação geotécnica: Contratamos um especialista em geotecnia para avaliar o solo e fornecer recomendações específicas para lidar com o teor de umidade elevado. Isso nos ajudou a entender melhor as condições do solo e a tomar decisões mais embasadas durante a construção.
  2. Drenagem adequada: Implementamos um sistema de drenagem eficiente para evitar o acúmulo de água ao redor das fundações. Isso envolveu a instalação de drenos subterrâneos e a criação de valetas de drenagem para direcionar a água afastada da estrutura.
  3. Fundações reforçadas: Devido ao solo úmido, optamos por utilizar fundações mais profundas e reforçadas para garantir a estabilidade da estrutura. Isso incluiu o uso de estacas de fundação e uma base mais espessa do que o planejado originalmente.
  4. Material de construção adequado: Ao construir no solo úmido, é importante selecionar os materiais de construção corretos. Optamos por utilizar materiais que são menos suscetíveis a danos causados pela umidade, como concreto impermeabilizado e tijolos resistentes à umidade.

Embora o solo úmido possa apresentar desafios adicionais durante a construção, com as medidas adequadas e o planejamento adequado, é possível construir com segurança e evitar problemas futuros. Lembre-se de sempre consultar especialistas e profissionais qualificados para obter orientação personalizada com base nas características específicas do solo em seu terreno.

 

Entenda as regulamentações locais de construção

Antes de comprar um terreno e iniciar o processo de construção, é fundamental entender as regulamentações locais de construção e as leis de zoneamento que se aplicam à área em questão. Cada região pode ter regulamentos específicos que orientam o desenvolvimento urbano e o uso do solo.

Essas regulamentações podem variar de acordo com a cidade, município ou estado, portanto, é essencial garantir que a construção planejada esteja em conformidade com as leis locais. Caso contrário, você poderá enfrentar problemas legais, multas ou até mesmo a interrupção da construção.

 

Importância das regulamentações locais de construção

As regulamentações locais de construção e as leis de zoneamento existem para proteger o interesse coletivo e garantir a harmonia entre os diferentes usos do solo em uma região. Elas são projetadas para gerenciar a expansão urbana de forma ordenada, preservar o meio ambiente e garantir a segurança e a qualidade de vida dos moradores.

Ao entender e respeitar essas regulamentações, os proprietários de terrenos e construtores podem evitar problemas futuros e contribuir para o desenvolvimento sustentável da área. Além disso, cumprir as regulamentações também pode ajudar a valorizar a propriedade a longo prazo.

 

Exemplo de impacto das regulamentações locais

Vamos compartilhar um exemplo para ilustrar a importância de compreender e seguir as regulamentações locais de construção. Um cliente nosso adquiriu um terreno para construir sua casa dos sonhos. No entanto, durante o processo de desenvolvimento do projeto, eles descobriram que o terreno estava sujeito a regulamentações específicas de zoneamento.

Essas regulamentações exigiam recuos mínimos em relação às divisas do terreno e limitavam o tamanho da construção de acordo com o tamanho do lote. Infelizmente, o projeto original do cliente não estava de acordo com essas restrições de zoneamento, o que os obrigou a fazer alterações significativas nos planos.

Embora tenham sido frustrantes, as alterações foram necessárias para garantir a conformidade com as leis locais. O cliente teve que rever o projeto arquitetônico, reduzir a área construída e redesenhar a planta para atender às regulamentações estabelecidas.

 

Estudando as regulamentações locais de construção

 

Para evitar problemas semelhantes ao do nosso exemplo, é altamente recomendável estudar as regulamentações locais de construção antes de iniciar qualquer projeto. Veja algumas etapas que você pode seguir para entender as regulamentações aplicáveis ​​à sua área:

  1. Consulte a prefeitura local: A prefeitura é o órgão responsável por estabelecer e aplicar as regulamentações de construção em sua cidade. Entre em contato com eles para obter informações detalhadas sobre as regras de zoneamento e construção que se aplicam ao seu terreno.
  2. Contrate profissionais especializados: Para garantir uma compreensão completa das regulamentações, é altamente recomendável consultar arquitetos, engenheiros civis ou outros profissionais especializados em construção. Eles têm o conhecimento necessário para interpretar as leis e garantir a conformidade do projeto.
  3. Verifique planos diretores: Alguns municípios possuem planos diretores que estabelecem diretrizes para o desenvolvimento urbano. Esses planos podem incluir informações importantes sobre as zonas de uso do solo, alturas máximas permitidas e outras regulamentações relevantes.
  4. Analise casos semelhantes: Pesquise projetos semelhantes na região e verifique se eles estão em conformidade com as regulamentações. Isso pode ajudá-lo a ter uma ideia melhor do que é permitido e do que deve ser evitado.

 

Lembre-se de que as regulamentações podem variar entre diferentes áreas, portanto, mesmo que você já tenha experiência em construção, é importante pesquisar as leis específicas do local onde pretende construir. Não apenas isso ajudará a evitar problemas legais e a interrupção da construção, mas também garantirá que você esteja criando um espaço seguro, legal e de qualidade.

Antes de comprar um terreno ou iniciar qualquer projeto de construção, entenda as regulamentações locais de construção e as leis de zoneamento que se aplicam à área. Estude as regras, consulte profissionais especializados e garanta que seu projeto esteja em conformidade com as regulamentações estabelecidas. 

Dessa forma, você poderá desfrutar de um processo de construção tranquilo, evitar problemas e contribuir para um desenvolvimento sustentável.

Arquiteta e Urbanista - Regina Fernandes

Autora

Regina Fernandes

Regina Fernandes, natural de Campinas-SP, é formada em arquitetura e urbanismo. Começou na arquitetura em 2013, quando começou a trabalhar como auxiliar de projetos, a partir de então, o fascínio pela arquitetura só aumentou, foi quando decidiu fundar o Studio Arqstyle um escritório de arquitetura focado em arquitetura de alto padrão.

Compartilhe

Deixe seu comentário